Estou de alta! Sensação de dever cumprido.

Depoimento da nossa cliente Louise

Hoje estou terminando um ciclo muito importante para mim, estou recebendo alta aqui na Cecilia Bellina, e mais do que isso; com a sensação de dever cumprido. Foram 7 meses de treinamento, mas eu lembro como se fosse ontem o dia em que peguei o carro da clinica para treinar pela primeira vez. Naquele dia eu jamais poderia imaginar que seria a pessoa que sou hoje, não só como pessoa me sinto mais independente, mas como motorista, me sentindo mais preparada.

Eu tinha medo de dirigir sozinha, medo de causar um acidente, de deixar o carro voltar na ladeira, de levar buzinadas, de deixar o carro desligar (“Porque o carro não morre, ele desliga. É uma máquina que você controla” – Nathália). Minha insegurança era tão grande que me impedia de pegar e sair com o meu carro na garagem. Eu tinha o carro, a carteira, mas me faltava a confiança, a experiência.

Com os treinos eu percebi que o medo de errar vinha da falta de prática e mais do que isso, que ás vezes as piores criticas não eram feitas pela minha família, ou pelos amigos. As piores criticas eram feitas por mim! O meu perfeccionismo (típico de quem tem ansiedade) fazia com que me questionasse sobre minha capacidade. Eu sempre dava mais importância aos pequenos erros cometidos ao invés de me orgulhar dos meus acertos na direção.

Além dos treinos, os grupos foram fundamentais para me motivar. Quando eu muitas vezes pensava em desistir, ou perdia o senso de propósito, era o grupo que me lembrava o porquê eu estava aqui. A vontade das pessoas em dirigir mesmo com as dificuldades, me mostrava que o mais importante era ir em frente.

Eu agradeço imensamente a Nathália, por conduzir os grupos e me incentivar a sempre acreditar em mim e a procurar valorizar meus acertos encontrando maneiras de superar meus erros e dificuldades através dos treinos. Agradeço as meninas do grupo, principalmente a Letícia, por sempre fazer da experiência do grupo algo mais divertido e leve. Agradeço a paciência infinita da Sabrina que reagendou minhas aulas muitas vezes. E agradeço a minha mãe, principal incentivadora e razão dessa conquista pessoal tão importante que é a direção. Você é um exemplo para mim.

Meu agradecimento final, porém, muito importante, vai para meus instrutores. Ao Vitor, que me acompanhou durante todo o processo, tendo a paciência e o carinho que só um grande mestre teria! Obrigada por ter me orientado em cada exercício, me ouvido sobre minhas inseguranças e procurando sempre me ajudar a confrontá-las. Agradeço ao Sr. Nelson, que me deu algumas aulas, mas nesses poucos encontros também presenteou com lições importantes, não só sobre como dirigir de uma forma mais segura, mas também com mais tranquilidade.

Para os futuros alunos da clinica, deixo aqui meu recado: O medo, a insegurança, a ansiedade sempre vão existir. Ele não some com alguns meses de treino. Não existe mágica. É você quem define se vai vencer. Você define seus limites e seu tempo. O que existe é trabalho duro, é uma equipe profissional que vai te orientar para que você possa confrontar suas dificuldades da maneira mais segura e tranquila possível. Até que um dia, você esteja preparado e sua vontade de dirigir seja mais forte que qualquer medo. Deixo aqui meu incentivo e meu desejo de boa sorte a todos. Encontro vocês pelas ruas da cidade!

Louise.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Deixe sua mensagem que reponderemos o mais rápido possível.

Enviando

Nossos telefones: Botafogo (21) 2286.6722 / Tijuca (21) 3294.8475 

arqabs

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?